9 de março de 2017

Apresentando Instrumentos: Flauta Transversal

9 de março de 2017
Conhece o instrumento chamado "flauta transversal"?
Não?
Vamos lá então...

A flauta transversal, por vezes chamada de flauta transversa ou simplesmente de flauta, é um aerofone da família das madeiras. É um instrumento não palhetado, possuindo um orifício por onde o instrumentista sopra perpendicularmente ao sentido do instrumento.
Apesar de atualmente ser fabricada em metal, em sua origem, esta era de madeira. Por esta razão, até hoje, a flauta transversal é classificada nas orquestras como um instrumento pertencente ao grupo das madeiras.

A flauta transversal moderna mede aproximadamente 67.30 cm, é afinada em Dó, seu alcance comum é de 3 oitavas, possui 16 furos circulares cobertos por chaves (abertas ou fechadas) e é normalmente feito de prata, ouro ou a combinação dos dois. Os estudantes normalmente possuem flautas feitas de nickel-prata ou prata-latão com chaves totalmente fechadas para que a posição da mão seja mais conveniente e para que não ocorra, devido à falta habilidade do dedilhado, o vazamento do ar.

A flauta transversal que possui as chaves abertas é de modelo Francês e é muito utilizado por flautistas de nível profissional. A vantagem ter ter uma flauta com chaves abertas, é que ela faz com que os harmônicos, micro-tons e glissandos sejam executados mais facilmente, ajudando na criação de uma maior gama de efeitos sonoros no instrumento.

A flauta transversal é formada por 3 peças principais: o bocal, o corpo e o pé.

  O bocal da flauta possui um orifício com bordas formadas por uma chapa de metal em formato arredondado, para permitir que o flautista apóie o lábio inferior e consiga apoiar contra o queixo. O bocal está fechado à esquerda por uma peça com o formato de uma “rolha”feita de cortiço furada ao meio por onde passa um pino rosqueado.
Na extremidade direita (dentro da flauta), o cortiço é soldado por uma placa metálica e na extremidade esquerda ele tem um acabamento em forma de chapeuzinho. Movendo-se o bocal, ajusta-se a afinação da flauta. Apesar da simplicidade exterior, o bocal da flauta é um elemento muito frágil e importante do instrumento. Todos os detalhes da sua construção, local da rolha, vedação, ângulo de soldagem do porta-lábio e formato do orifício determinam a qualidade e precisão do instrumento.

  O corpo é a maior peça da flauta e possui 13 furos com um complexo sistema de chaves. As flautas transversais possuem, em geral, aproximadamente 23 chaves. Esse número pode variar um pouco se a flauta for mais professional

  O pé é uma extensão do corpo, e conseqüentemente é a menor peça da flauta e possui normalmente 3 furos com apenas 3 ou 4 chaves. Graças a ela é possíveis tocar sons adicionais mais graves. 


Notas: A flauta transversal possui um som muito agradável, bem sólido, aveludado e tranquilizador.
  Além de ser, a principio, de fácil acesso. Pois o custo/preço de uma flauta para iniciantes é baixo.

Referencias:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikip%C3%A9dia:P%C3%A1gina_principal
http://concertosincero.blogspot.com.br/

Toque com moderação!

Ouça esse lindo instrumento:
https://www.youtube.com/watch?v=sSG8tJr6n1M
 
Faça de seu tempo, um amigo!

Abraços!